sábado, 13 de dezembro de 2014

Opinião: A ditadura, o estupro e os direitos humanos

por Davi Carrer 
- cocalcomunitario@gmail.com
Esta semana ocorreu a entrega dos relatórios finais da Comissão Nacional da Verdade, que denuncia os horrores da ditadura militar no Brasil - e um dos crimes mais cometido pelos torturadores era o estupro. Talvez seja difícil entender como funcionavam as coisas, porém, em resumo, se no tempo da ditadura alguém questionasse os poderosos, este iria preso, torturado, morto... Não existiam espaços para pensar o diferente. Várias mulheres, inclusive grávidas, foram estupradas pelos torturadores. Há, até mesmo, casos de estupros em crianças na frente das mães para que as mesmas confessassem e entregassem pessoas. Na época, escrever em um jornal, contra as “elites”, era motivo do seu corpo aparecer em uma vala comum, de mortos anônimos.

Infelizmente, também nesta semana, o representante e defensor deste sistema mais cruel e violento, a ditadura militar, usou da tribuna da Câmara dos Deputados. Lá ele soltou a aberração machista de "Não vou estuprar você porque você não merece”. Como se estupro fosse um prêmio ou um favor concedido pelo estuprador a mulher. Se a deputada não merecia, alguma mulher merece? Em 2013 foram mais de 51 mil mulheres estupradas no Brasil. Estupro nunca foi um consolo, um prêmio, um favor. Estupro é uma violência. E um dos crimes mais cruéis!

Os motivos da fala de Bolsonaro foi o discurso da deputada Maria do Rosário “pela memória, pela verdade, pela justiça, de transição e a justiça plena, para que a anistia não seja autoproclamada no Brasil e aqueles que torturaram sejam responsabilizados pelos crimes contra a humanidade que praticaram”. Maria do Rosário discursou antes, falando sobre o relatório da Comissão da Verdade.

Não existiu nenhum mal entendido neste discurso do deputado. Ele, sendo defensor ferrenho da ditadura militar, apoia os atos de tortura. Em outra ocasião defendeu que o erro da ditadura foi de apenas torturar e não ter matados todos.

Por que Maria do Rosário? A deputada gaúcha é uma ativista dos Direitos Humanos, já foi ministra, e mantém um posicionamento pela defesa dos diretos humanos na Câmara dos Deputados e em sua vida. Ah, sim, e pelo fato de ser uma mulher se torna uma “preza fácil” para alguns semeadores de ideias machistas.

A legião de seguidores e a horrível tentativa de minimizar os discursos, beirando ao fascismo, se tornam o maior problema. Há algumas semanas um símbolo do nazismo foi encontrado dentro de uma piscina, fato visto como espantoso. Porém, é um fato que representa o pensamento de uma parcela significativa da população, infelizmente. Existe uma aceitação natural ao inaceitável. Como nos diz o poeta e pensador Bertold Brecht “Que tempos são estes, em que temos que defender o óbvio?”.

Os que defendem o fim da democracia possuem seus discursos protegidos pela democracia. Estamos entrando em tempos sombrios, em que defender a vida é visto como um ato criminoso. Os Direitos Humanos são para defender a todos e se você não precisa dele é por que já o tem garantido.

9 comentários:

  1. Já vou adintando não sou favor da ditadura. Mas faço uma perguta a vc Davi ou qualquer um q acessa o site. Você acham q esses q estruparam as probres criançinhas na frente das mãe merecem o tal "Direitos Humanos"? Outra.... Sera q o ladrãos da Petrobras merecem Direitos Humanos...... O problema do nosso querido Brasil é q a lei não esta defendendo o cidadão comum e.sim o bandido.. ..muitas dessas fatos acontecem por causa do dito "Direitos Humanos"

    ResponderExcluir
  2. Parabéns Davi, sou professora a algum tempo e me orgulha muito ver este blog. Ao amigo do comentário, está errado como vê os direitos humanos. o problema do Brasil é que A JUSTIÇA É INJUSTA. sabe por que se a policia prender vc ela não vai te torturar? Direitos Humanos! e nunca se sabe quem vai ser preso!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É querida professora, uma coisa q esquecesse é q quando o bandido faz uma pessoa refem a policia é acionada e sabe qual a primeira coisa q esse tal bandido faz quando esta cercadi d policial é chamar a midia para ñ deixar passar nada em branco onde o tal "Direitos Humanos" possa ver se a policia vai fazer alguma coisa. Falta atitude na 'Lei" e na Jutiça.

      Excluir
    2. ESTE JUIZ É DOS BONS

      Folha de São Paulo, Painel do Leitor
      "Direitos humanos"

      "Quando eu era Juiz da Infância e Juventude em Montes Claros, norte de Minas Gerais, em 1993, não havia instituição adequada para acolher menores infratores. Havia uma quadrilha de três adolescentes praticando reiterados assaltos. A polícia prendia, eu tinha de soltá-los. Depois da enésima reincidência, valendo-me de um precedente do Superior Tribunal de Justiça, determinei o recolhimento dos "pequenos" assaltantes à cadeia pública, em cela separada dos presos maiores. Recebi a visita de uma comitiva de defensores dos direitos humanos (por coincidência, três militantes). Exigiam que eu liberasse os menores. Neguei. Ameaçaram denunciar-me à imprensa nacional, à Corregedoria de Justiça e até à ONU. Retruquei para não irem tão longe, t inha solução. Chamei o escrivão e ordenei a lavratura de três termos de guarda: cada qual levaria um dos menores preso para casa, com toda a responsabilidade delegada pelo juiz. Pernas para que te quero! Mal se despediram e saíram correndo do fórum. Não me denunciaram a entidade alguma, não ficaram com os menores, não me "honraram" mais com suas visitas e... os menores ficaram presos. É assim que funciona a "esquerda caviar". Tenho uma sugestão ao Professor Paulo Sérgio Pinheiro, ao jornalista Jânio de Freitas, à Ministra Maria do Rosário e a outros tantos defensores dos "direitos humanos" no Brasil. Criemos o programa social "Adote um Preso". Cada cidadão aderente levaria para casa um preso carente de direitos humanos. Os benfeitores ficariam de bem com suas consciências e ajudariam, filantropicamente, a sociedade a solucionar o problema carcerário do p aís. Sem desconto no Imposto de Renda," é claro.

      ROGÉRIO MEDEIROS GARCIA DE LIMA - Desembargador - Belo Horizonte - MG)".



      Passe esta ideia à frente se você também concorda, é uma boa forma de praticar Direitos Humanos...

      Excluir
    3. Dois idiotas, o Juiz e você que reproduziu...

      Excluir
  3. Esse site É produzo por dois lunaticos, que sofreram lavagem serebral e apoiam corruptos e esse bando de retardados dos direitos de bandidos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. "serebral" você precisa de um mobral...

      Excluir
  4. Quanta ignorância! Dá até vergonha de ler estes comentários e saber que habitamos o mesmo país. Que gente mais sem noção! É previsível o que essa gente fala, todos tem os mesmos argumentos, venham com novos e coerentes (se encontrarem) por favor. Parem de reproduzir essas frases prontas. E lavagem "serebral"? Primeiro, voltem pra escola. To farta disso!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. uau alguém que colocou seu nome, procurei do face book e existe. Parabéns

      Excluir

As manifestações aqui expressas são de cunho pessoal, ficando a responsabilidade do mesmo ao cidadão, que tem total liberdade de expressão.

Todos os comentários serão postados, desde que não contenham ofensas pessoais.